São Paulo F.C



Tricolor perde para o Santos e está fora da final do Paulista

Na tarde deste domingo, São Paulo foi derrotado pelo time santista por 3 a 1, no Morumbi

Quem nunca ouviu: "Clássico é decido nos detalhes". Mesmo jogando melhor boa parte da partida (até quando teve forças) deste domingo, no Morumbi, o São Paulo sentiu o amargo gosto do ditado popular. Com falhas, o Tricolor perdeu para o Santos por 3 a 1 e está fora da final do Campeonato Paulista.

Mesmo com o réves, a torcida tricolor viu em campo um time guerreiro. Raça que tem sido uma das principais características da equipe na temporada. O Tricolor tentou, deu carrinho, suou a camisa. Saiu de campo eliminado, mas com a sensação de que fez o possível para isso não acontecer.

Fora do Estadual, o São Paulo concentra todas as suas forças na Copa do Brasil, onde a equipe está nas oitavas de final. Com um elenco qualificado e de jogadores experientes e talentosos, o momento é erguer a cabeça e ver que tem muito pela frente ainda.

GOL NO INÍCIO

Sem Luis Fabiano, que teve de cumprir suspensão automática por conta do terceiro cartão amarelo, Emerson Leão colocou em campo Willian José ao lado de Lucas. No meio de campo, Casemiro completou o setor com Denilson, Cícero e Jadson.

Mas os planos do São Paulo tiveram de ser mudados logo no início do jogo. Aos três minutos, Paulo Miranda dividiu a bola com Neymar dentro da área e o árbitro marcou pênalti, convertido pelo santista. Mesmo com o gol, o Tricolor foi melhor em boa parte do primeiro tempo.

O próprio Paulo Miranda acertou uma bola na trave. Mas a bola pune, como dizem por aí. Aos 31 minutos, Neymar aproveitou vacilo da defesa são-paulina e arrancou para marcar o segundo no jogo. O Tricolor seguiu tentando, mas foi para o intervalo sem conseguir ao menos um gol.

DERROTA NO SAN-SÃO

Na volta do intervalo, Leão colocou Rodrigo Caio e Fernandinho nos lugares de Piris e Jadson, respectivamente. No início da etapa final, o meia Lucas arriscou um chute forte de fora da área. A bola não entrou, mas o lance empolgou a torcida são-paulina, que começou a jogar junto com o time.

O Tricolor seguiu com mais volume de jogo, mas o Santos assustou ao marcar um gol, corretamente anulado pelo árbitro. Aos 15 minutos, Willian José acertou a trave. Mas o camisa 19 não deixou passar aos 18, após receber dentro da área, cortar o zagueiro e diminuir  o placar. Pressão tricolor.

Aos 20, Cícero cobrou falta com categoria e Aranha se esticou todo para salvar o empate são-paulino. Aos 30, para deixar o time mais ofensivo, Leão fez a última mudança: Osvaldo entrou no lugar de Casemiro, que saiu aplaudido pela torcida.

Mas o dia parecia não ser mesmo do Tricolor. Minutos depois, Neymar arriscou de fora da área e Denis falhou. Gol santista que caiu como um balde de água fria para os são-paulinos. A partir daí, foi na base da raça, na vontade. Porém, clássico não se pode falhar. E o São Paulo está fora da final do Campeonato Paulista.

REAPRESENTAÇÃO

O elenco são-paulino se reapresentará nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda, às 16h. Na quarta-feira, o São Paulo enfrentará a Ponte Preta, em Campinas, pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil. A volta está marcada para o Morumbi, dia 10 de maio.