São Paulo F.C



"Esta vitória é do torcedor, que encheu o Pacaembu"

Fernando Diniz elogiou a torcida na vitória sobre Fortaleza por 2 a 1 neste sábado (5)

Não foi no Morumbi, que receberá o show do Iron Maiden neste final de semana, mas o primeiro encontro de Fernando Diniz com a torcida são-paulina foi especial: com gol aos 33 minutos do segundo tempo após alteração decisiva do treinador, o Tricolor venceu o Fortaleza por 2 a 1 neste sábado (5) no Pacaembu.

E para derrotar a equipe dirigira por Rogério Ceni, o São Paulo contou com o incentivo dos torcedores, que lotaram o Pacaembu e receberam elogios de Diniz. “Torcida é de uma importância vital, porque o futebol é construído pelo jogador e pela torcida”, destacou o comandante, que acrescentou.

“Essa simbiose faz tudo para o time ir adiante, e a torcida ajudou a colocar aquela bola pra dentro. Essa vitória é do torcedor, que encheu o Pacaembu. Me sinto honrado de estar aqui e quero dar muitas alegrias para essa torcida. Tudo funciona no clube: comissão técnica maravilhosa, estrutura, jogadores”, apontou.

Para conquistar os três pontos, o time são-paulino balançou as redes com Pablo, no primeiro tempo, e Igor Gomes, que entrou na etapa complementar.

“A leitura do jogo não é muito difícil de ser feita. Os 30 primeiros minutos foram quase intocáveis. A gente teve um volume grande de troca de passes, agressivo, com muitas entradas de um lado e de outro, volume até fazer o gol. Depois, o Fortaleza conseguiu jogar entre as linhas de marcação, começou a ter mais jogo no campo até marcarem o gol de pênalti”, avaliou o técnico, que emendou.

“Fiquei muito satisfeito no geral. Os jogadores têm muita qualidade, são inteligentes e vencedores. Meu trabalho foi muito facilitado pelos jogadores, pela vontade que eles estão de fazer as coisas. Tem de valorizar a vitória. Fizemos os gols, tivemos três ou quatro chances claras”, afirmou.

Com a vitória, que contou com grande festa da torcida nas arquibancadas do Estádio Paulo Machado de Carvalho, o Tricolor assumiu a quinta colocação enquanto aguarda o encerramento da rodada, com 39 pontos. O próximo compromisso será na quarta-feira (9), às 21h, diante do Bahia em Salvador.

“O São Paulo tem de pensar em coisas grandes. Um clube do tamanho do São Paulo tem obrigação de sonhar, querer e trabalhar para ser campeão. Hoje está difícil, o que eu faço é preocupar com o próximo treino e próximo jogo. Entregar tudo. A consequência disso vamos ter o ganho que a gente merece”, concluiu.