São Paulo F.C



"Faltou agressividade, tanto na marcação quanto na construção"

Fernando Diniz avaliou o clássico contra o Palmeiras nesta quarta-feira (30) pelo Brasileiro

8036.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Após a derrota para o Palmeiras por 3 a 0 na noite desta quarta-feira (30), fora de casa, o técnico Fernando Diniz avaliou o clássico que foi válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Faltou agressividade, tanto na marcação quanto no jogo de construção. Isso sobrou na minha estreia contra o Flamengo, quando empatamos no Maracanã. E todos estão conscientes disso, os jogadores sabem que não pode faltar. No aspecto tático, não teve surpresa. O que teve foi uma agressividade maior do Palmeiras principalmente no primeiro tempo”, disse o treinador, que emendou.

"O comportamento do time foi muito semelhante com o que aconteceu lá em Minas Gerais, contra o Cruzeiro. Acho que o time fez um bom jogo contra o Corinthians, se satisfez com o jogo e não conseguiu se alimentar da vitória para enfrentar o Cruzeiro. E não soube se alimentar da vitória contra o Atlético-MG para encarar o Palmeiras. Acho que esse foi o principal defeito. O problema central do nosso jogo de hoje foi entrar com o mapa emocional distorcido, achando que o jogo seria igual, que a gente encontraria as mesmas facilidade. Pecamos e sofremos por conta disso”, avaliou.

Apesar do revés, o Tricolor se manteve no G4, com 49 pontos. No próximo sábado (2), às 21h, na Arena Condá, o time são-paulino enfrentará a Chapecoense em busca da reabilitação.

"O São Paulo tem que se concentrar na vaga para a Libertadores. Se vai classificar em quarto, em terceiro, mas de maneira direta, esse é o objetivo claro. Todo mundo sabe que não tem jogo fácil no Brasileirão. Todo mundo está lutando por alguma coisa. Tem que se concentrar na Chapecoense para fazer uma boa partida”, concluiu.