São Paulo F.C



Aguirre elogia Shaylon: ''Mérito 100% dele''

Treinador exaltou o golaço do jovem meia e avaliou o empate com o Bahia (2 x 2) neste domingo (13)

Sem-Título-3.png

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

“Quero valorizar o Shaylon. Quando acabou o jogo, eu fui para dentro do campo e disse a ele: "Você merece". É um menino espetacular, trabalha desde o primeiro dia em silêncio, um profissional excelente. Mérito 100% dele”. As palavras do técnico Diego Aguirre durante a entrevista coletiva logo após o empate com o Bahia (2 x 2), neste domingo (13), relatam os bastidores e a admiração do treinador pelo jovem meia.

Com um lindo gol do camisa 20 já nos acréscimos, na Arena Fonte Nova, o Tricolor somou mais um importante ponto fora de casa e se manteve invicto no Campeonato Brasileiro. Aos 47 minutos do segundo tempo, o São Paulo contou com a pintura de Shaylon para arrancar o empate com os baianos.

“Eu falo muito sobre oportunidades, ele agarrou essa, disse que está aqui. Ganhamos um jogador. Oportunidades aparecem quando um jogador sai, viaja e se machuca, futebol é assim. A saída do Cueva para a seleção deu espaço ao Shaylon e ele aproveitou. Ele trabalha bem e vai jogar muito ainda. Ganhamos um jogador”, acrescentou.

Durante o atendimento à imprensa, o comandante uruguaio também avaliou o confronto em Salvador. “Foi um jogo muito difícil, com bons momentos, mas cometemos erros nos dois gols. O Bahia jogou bem e talvez tenha merecido em outras situações, mas os gols foram mais erros nossos do que virtudes deles. Temos que melhorar. Valorizo o espírito do time, que nunca deixou de lutar”, disse Aguirre, que comentou.

“Tentamos reverter a situação e o empate foi valioso. Não gosto de comemorar empates, mas quando acontece no último minuto é positivo. O campeonato ainda está no início. É bom não ter perdido fora de casa, mas estou esperando ganhar fora de casa. Não é uma situação para comemorar nada. Não quero estar apenas invicto, quero também estar nas primeiras posições e isso ainda não está acontecendo”, opinou.

Com o resultado, o Tricolor se manteve na décima colocação, agora com sete pontos. No próximo final de semana, invicto e em busca da parte de cima da tabela, o São Paulo terá o clássico contra o Santos pela frente, no Morumbi.

“Eu dou valor a não perder, mas, por outro lado, não estou contente. Temos que seguir trabalhando e tentar ganhar o próximo jogo. O Campeonato Brasileiro deve ser o mais difícil do mundo, os 20 clubes jogam bem, lutam, são fortes. Estamos numa posição que parece distante, mas a somente três pontos do líder. Temos que acreditar, trabalhar, ter calma e ganhar para se aproximar dos primeiros lugares”, finalizou.