São Paulo F.C



No Rio de Janeiro, São Paulo é derrotado pelo Fluminense

Na noite desta quarta-feira (18), no Rio de Janeiro, cariocas venceram por 3 a 1 pelo Campeonato Brasileiro

No Rio de Janeiro, o São Paulo foi derrotado pelo Fluminense por 3 a 1 na noite desta quarta-feira (18) em duelo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. Henrique Dourado (pênalti), Sornoza, Robinho (pênalti) e Shaylon marcaram os gols da partida disputada no Maracanã.

Com o revés, o time são-paulino se manteve com 34 pontos e caiu para a 14ª colocação. No próximo final de semana, em busca da reabilitação, o Tricolor receberá o Flamengo, no Pacaembu.

Para encarar os cariocas, o técnico Dorival Júnior manteve a escalação utilizada na vitória sobre o Atlético-PR (2 x 1) no último sábado (14) e, assim, montou o time com Sidão; Éder Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Petros, Hernanes, Lucas Fernandes; Cueva, Marcos Guilherme e Lucas Pratto.

Morato e Wellington Nem (ambos com cirurgias no joelho direito), Lugano (contratura na panturrilha direita), Bruno (cervicalgia) e Gilberto (contratura na coxa esquerda), além de Brenner (disputa o Mundial Sub-17 com a Seleção Brasileira) não estavam à disposição. Já os anfitriões atuaram com Cavalieri; Lucas, Gum, Reginaldo e Marlon; Richard, Douglas e Sornoza; Scarpa, Marcos Júnior e Henrique Dourado.

Quando a bola rolou, a partida começou parelha e com as duas equipes buscando o gol. Aos 22 minutos, em cobrança de pênalti, os donos da casa abriram o placar com Henrique Dourado. O São Paulo não teve tempo para assimilar o gol do adversário e, no minuto seguinte, em jogada que gerou muita reclamação dos são-paulinos com a arbitragem, o Fluminense ampliou com Sornoza – no lance, Rodrigo Caio foi deslocado por Scarpa.

Para tentar reagir, o Tricolor levou perigo em duas oportunidades antes do intervalo: aos 32, Hernanes cobrou falta, e a bola passou rente ao travessão. Pouco depois, aos 37, Marcos Guilherme testou após cruzamento de Lucas Pratto e também assustou o goleiro Diego Cavalieri.

Na volta para a segunda etapa, o comandante mexeu na equipe e promoveu a entrada de Maicosuel, que ocupou o lugar de Lucas Fernandes. Mais tarde, aos 20, o treinador fez mais duas mudanças para tentar mudar o panorama da partida em busca do gol: Shaylon e Thomaz herdaram as vagas de Cueva e Lucas Pratto.

Com mais posse de bola, o time são-paulino partiu para o campo de ataque e tentou reagir. No entanto, em um rápido contragolpe, os mandantes tiveram mais uma penalidade máxima assinalada pelo árbitro, aos 39 minutos: Robinho converteu. Já nos instantes finais, o Tricolor conseguiu descontar com Shaylon, que recebeu na ponta e bateu cruzado: a bola desviou no meio do caminho. 3 a 1.