São Paulo F.C



De virada, Tricolor bate o Atlético-PR no reencontro com o Pacaembu

Lucas Pratto e Maicosuel balançaram as redes no emocionante duelo que teve show de Cueva

No reencontro do Tricolor com o Pacaembu, a torcida são-paulina festejou um importantíssimo triunfo na noite deste sábado (14) em duelo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. De virada, o São Paulo bateu o Atlético-PR por 2 a 1 e saiu da incômoda zona do rebaixamento na competição nacional.

Para derrotar os visitantes, que largaram na frente com Douglas Coutinho, o Tricolor contou com os gols de dois jogadores que fizeram as pazes com as redes: Lucas Pratto e Maicosuel, que aproveitaram com oportunismo as belas assistências de Cueva. O argentino encerrou um jejum de 11 jogos, enquanto o camisa 7 festejou o seu primeiro tento pelo clube.

Com o resultado, o São Paulo subiu para a 11ª colocação enquanto aguarda o desfecho da rodada, agora com 34 pontos. Na próxima quarta-feira (18), com a missão de manter o embalo após o triunfo deste final de semana, o Tricolor visitará o Fluminense, no Maracanã.

Para encarar os paranaenses, o técnico Dorival Júnior contou com as voltas de Arboleda e Cueva, que retornaram após as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 – a dupla desfalcou o time são-paulino diante do Atlético-MG (1 x 0) para servir suas respectivas seleções na competição sul-americana.

Assim, o time são-paulino foi escalado com Sidão; Éder Militão, Rodrigo Caio, Arboleda e Júnior Tavares; Petros, Hernanes e Cueva; Lucas Fernandes, Marcos Guilherme e Lucas Pratto. Já Morato e Wellington Nem (ambos com cirurgias no joelho direito), Lugano (desconforto na panturrilha direita), Bruno (cervicalgia), Brenner (Mundial Sub-17 com a Seleção Brasileira) e Gilberto (contratura na coxa esquerda) não estavam à disposição.

O adversário atuou com Weverton; Jonathan, Sidcley, Thiago Heleno e Pavez; Rosseto, Nicolas, Douglas Coutinho e Wanderson; Guilherme e Pablo.  Quando a bola rolou, o Tricolor tomou a iniciativa da partida e partiu para cima do rival. No entanto, diante de uma equipe bem postada defensivamente, o São Paulo teve dificuldade para criar as jogadas e abastecer Lucas Pratto no ataque.

A alternativa, então, foi apostar nos chutes de média distância. Aos 31 minutos, Hernanes roubou a bola no meio de campo e lançou Marcos Guilherme pela esquerda. O camisa 23 bateu de fora da área e o goleiro Weverton espalmou.

Mais tarde, aos 40, após novo desarme, Cueva avançou e arriscou da intermediária: a bola passou à direita da meta. Na última tentativa de abrir o placar antes do intervalo, o time são-paulino contou com um chute firme de Hernanes, porém, o arqueiro adversário defendeu.

Na volta para a segunda etapa, os visitantes promoveram duas alterações na equipe e conseguiram inaugurar o marcador aos quatro minutos, com Douglas Coutinho. Sem desanimar, o São Paulo manteve a postura ofensiva do primeiro tempo e tratou atacar o Atlético-PR. Aos 12 minutos, Militão pegou sobra dentro da área após escanteio e testou: o arqueiro impediu que as redes balançassem.

Em busca do gol e empurrado pela torcida, o Tricolor não diminuiu a pressão e deixou tudo igual aos 14: Cueva, com uma verdadeira assistência de camisa 10, encontrou Lucas Pratto na grande área com um grande passe. O argentino finalizou cruzado e deixou tudo igual: 1 a 1! O tento encerrou o jejum do artilheiro são-paulino no ano, agora com 14 gols, e que não deixava a sua marca há 11 partidas.

Para seguir agudo na briga por um resultado positivo, o São Paulo contou com Maicosuel, que entrou aos 17 minutos na vaga do jovem Lucas Fernandes. E a alteração do comandante tricolor foi decisiva! Aos 37, Cueva avançou em rápido contragolpe e deu mais uma assistência: desta vez para Maicosuel, que bateu na saída de Weverton e decretou a virada no placar! 2 a 1! Foi o primeiro gol do camisa 7 pelo clube.

A reviravolta no marcador contagiou a torcida, que explodiu em festa nas arquibancadas do Pacaembu! Emocionante! Nos instantes finais, para proteger a defesa e assegurar o importante triunfo, Dorival mexeu e colocou Jucilei no lugar de Cueva. Contagiado pelo torcedor e seguro em campo, o Tricolor administrou a vitória com sabedoria e conquistou três pontos importantíssimos no Campeonato Brasileiro: 2 a 1!