São Paulo F.C



Jardine passa o bastão e valoriza experiência no profissional

Treinador comandou o time por nove dias e entrega comando da equipe para Ricardo Gomes

_PAF0509.jpg

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Em pouco mais de uma semana, o técnico André Jardine comandou o Tricolor em dois jogos pelo Campeonato Brasileiro. Nesse tempo, o gaúcho, que comanda a equipe júnior do clube, contabilizou uma vitória por 2 a 1 diante do Santa Cruz, e uma derrota, neste domingo, para o Botafogo (0x1). 

Por não ter conseguido entregar o time para o novo treinador, Ricardo Gomes, com 100% de aproveitamento, o comandante interino diz que deixa a equipe chateado, mas destaca o trabalho feito nesses nove dias à frente da equipe principal do São Paulo.

“Essa minha passagem termina com um pouco de frustração, porque depois de um primeiro jogo muito bom a gente tinha uma expectativa alta pra esse. E se não fizemos uma partida brilhante, tínhamos um merecimento pela insistência, pois o time buscou o resultado o tempo todo. Mas no futebol estamos cansados de ver esse tipo de situação, agora é partir pra outra”, afirmou o treinador, que apesar de deixar o comando da equipe chateado, valoriza a experiência com os profissionais.

“Tenho certeza de que vou levar muitos ensinamentos para a minha carreira desses dias que estive aqui na equipe profissional. Saio daqui muito mais experiente para passar muitas coisas boas para a molecada lá em Cotia”, completa o treinador.

Jardine deve ficar ainda alguns dias na Barra Funda para ajudar Ricardo Gomes nesse momento de transição antes de voltar a Cotia. Depois, assume de volta o Sub-20, que disputa o Campeonato Paulista júnior e a Copa Paulista, e ainda tem pela frente a Copa do Brasil.

Apesar de ter ficado pouco tempo à frente da equipe, o treinador espera ter deixado um pouquinho da cara dele no estilo de jogo. Jardine acredita que o time vai manter o estilo de jogo agressivo, buscando o gol a todo o momento, para conseguir bons resultados na sequência da temporada.

“Quero acreditar que deixo algumas coisas para essa equipe, acho que o São Paulo, nesses dois jogos, buscou bastante o gol, com insistência e organização. Em alguns momentos, obviamente, não teve toda organização possível, mas teve sempre a iniciativa. Fica a lamentação por isso, o time quis a todo momento fazer o gol, e se tivéssemos marcado primeiro tenho certeza de que teríamos ganho esse jogo”, finalizou.