São Paulo F.C



Números comprovam a eficiência de Pato no primeiro turno

Vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro até aqui, atacante são-paulino tem sido um dos destaques da competição

6149.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

No último final de semana, no Morumbi, o Tricolor encarou o Goiás (3 x 0) na rodada de encerramento do primeiro turno no Campeonato Brasileiro. O resultado, claro, não foi o esperado, mas a equipe segue na briga pelo G-4. E um dos atletas que mais deu força ao time nesta primeira metade da competição nacional foi o atacante Alexandre Pato. Vice-artilheiro do torneio, o camisa 11 detém números expressivos até aqui.

Os números mostram que a boa fase do centroavante - que vive a sua melhor temporada goleadora na carreira - poderá ajudar ainda mais o São Paulo na sequência do Brasileirão. Com oito gols marcados, o jogador está atrás somente de Ricardo Oliveira, do Santos, que balançou as redes dez vezes. Muito disso passa pela pontaria afiada de Pato, que é o quinto maior finalizador do campeonato, com 19 chutes em 17 jogos, sendo superado apenas por Lucas Prato (Atlético-MG), Ricardo Oliveira, Felipe Menezes (Goiás) e Luan (Grêmio).

Com mesma facilidade que tem para bater os goleiros adversários, Pato também tem dado trabalho aos marcadores. Atuando bem aberto pelas pontas após a chegada do técnico Juan Carlos Osorio, o atacante tem demonstrado que também sabe deixar os defensores para trás: o atleta são-paulino é o segundo maior driblador do campeonato, com 15 fintas, atrás apenas de Luan (do Grêmio, com 19).

Nas assistências, Pato também tem se destacado. Ao lado do Maestro Paulo Henrique Ganso, o camisa 11 é o maior assistente do Tricolor no Brasileirão, com três passes certeiros para gols até aqui. Vale lembrar que dos 31 pontos conquistados pelo clube, que atualmente ocupa a sexta colocação, 15 tiveram participação direta do centroavante.

Nas vitórias sobre Flamengo (2 x 1), Coritiba (3 x 1) e Cruzeiro (1 x 0), o time são-paulino contou com gols do jogador, que garantiu a vantagem no placar aos paulistas. Diante dos paranaenses, no Morumbi, Pato balançou as redes duas vezes. Além de fortalecer a equipe na conquista destes noves pontos, o atacante ainda anotou os tentos que abriram o marcador diante do Vasco (4 x 0) e Figueirense (2 x 0).

Dos oito gols marcados pelo vice-artilheiro, apenas um não resultou em um placar positivo para os comandados do técnico Juan Carlos Osorio: na derrota para o Atlético-MG, por 3 a 1, no Mineirão, no dia 29 de julho. Ele ainda anotou um contra o Joinville (3 x 0), mas o jogo já estava 'resolvido'. Ou seja, Alexandre Pato marcou seis 'gols decisivos' - aqueles que dão a vitória, desempatando o jogo, ou abrindo o placar para o Tricolor - no Brasileirão 2015.