São Paulo F.C



Tricolor derrota o Goiás e garante vaga na Libertadores 2016!

Com golaço do atacante Rogério, São Paulo assegurou a vaga no G-4 e está credenciado para brigar pelo tetracampeonato continental

Com um verdadeiro golaço do atacante Rogério, já nos acréscimos da partida, o Tricolor derrotou o Goiás por 1 a 0 na tarde deste domingo (6) e assegurou a vaga no G-4 do Campeonato Brasileiro. Desta forma, o clube está garantido na disputa da Libertadores da América de 2016 e poderá brigar pelo quarto titulo da competição continental. O confronto deste final de semana, no Serra Dourada, foi marcado pelo equilíbrio entre paulistas e goianos, mas o gol do camisa 17 mostrou o espírito do São Paulo na temporada: lutar até o fim!

Com o resultado fora de casa, que rebaixou os goianos, a equipe são-paulina ficou com o quarto lugar no torneio nacional - com 62 pontos em 38 jogos - e levou a melhor sobre o Internacional (60), que na última rodada também brigava por um lugar entre os líderes. Agora, o elenco entrará no período de férias antes de retomar a disputa por mais um troféu da Libertadores, que já foi conquistado pelo clube em 1992, 1993 e 2005! Que venha mais uma edição!

Para encarar os goianos, o time são-paulino não pôde contar com Breno (artroscopia no joelho direito), Luiz Eduardo (artroscopia no joelho esquerdo), Rogério Ceni (ruptura do ligamento tíbio-fibular do pé direito), Luis Fabiano (lesão no ligamento colateral medial do joelho direito), Rodrigo Caio (suspenso pelo terceiro cartão), João Paulo (fratura por estresse na tíbia direita) e Léo (caxumba). Dessa forma, a equipe começou a partida com Denis; Bruno, Lucão, Edson Silva e Reinaldo; Hudson, Thiago Mendes, Carlinhos, Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos; Alan Kardec.

Com este esquema tático, Hudson era o homem mais recuado do meio de campo, enquanto Michel Bastos caía pela esquerda, Thiago Mendes pela direita, Carlinhos e Ganso mais centralizados e Kardec era a referência na grande área. No entanto, apesar de buscar alternativas e trocar passes no meio de campo, o Tricolor teve dificuldades para chegar ao gol adversário. Este, aliás, foi o cenário do primeiro tempo: paulistas e goianos não conseguiam finalizar com perigo para tirar o zero do placar.

As duas melhores oportunidades do São Paulo surgiram apenas na reta final da primeira etapa. Aos 39 minutos, Kardec deu ótimo passe para Thiago Mendes, que saiu cara a cara com Renan. O goleiro cresceu e evitou o gol dos visitantes, que dois minutos depois quase balançaram as redes. Aos 43, Thiago Mendes partiu pela esquerda e tocou para Alan Kardec. O atacante não conseguiu dominar a bola com perfeição, e Renan, outra vez, salvou os donos da casa antes do intervalo.

Na volta para o segundo tempo, os times até tentaram dar mais emoção ao duelo, mas a partida seguiu parelha, estudada e sem grandes trabalhos para os goleiros. Cadenciado, o jogo não exigiu muito dos defensores e, assim, foi marcado pelo equilíbrio. Para tentar mudar o panorama do embate, o técnico interino Milton Cruz promoveu a entrada de Wesley no lugar de Bruno - deslocando Hudson para a lateral direita.

Porém, apesar de ter fôlego novo em campo, o São Paulo não esboçou uma reação para surpreender os anfitriões, que precisavam de um resultado positivo para fugir da zona do rebaixamento e, dessa forma, deixou o confronto acirrado. Então, com a vantagem de atuar pelo empate para assegurar a vaga no G-4, Milton Cruz apostou nas entradas de Lyanco e Rogério para segurar a igualdade no marcador.

As alterações do comandante não poderiam ter dado mais certo, e os visitantes foram buscar a classificação com os três pontos fora de casa. Já nos acréscimos, aos 47 minutos do segundo tempo, Rogério recebeu na ponta da área do Goiás, se livrou do marcador e bateu no ângulo de Renan! Golaço do camisa 17, e muita comemoração dos jogadores, que finalmente puderam comemorar a vaga na Libertadores da América de 2016!

Que venha a briga pelo tetracampeonato continental!