São Paulo F.C



Tricolor domina o jogo, mas acaba derrotado pelo Grêmio

Com gol de Vargas, no Morumbi, São Paulo perde por 1 a 0 no Campeonato Brasileiro de 2013

Nem mesmo o frio e a chuva foram capazes de impedir que a torcida são-paulina comparecesse em bom número ao Morumbi. Na tarde deste domingo (29), mais de 41 mil torcedores assistiram ao duelo contra o Grêmio, válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2013, e tentaram empurrar a equipe, que acabou derrotada por 1 a 0.

O gol de Vargas, aos 23 minutos do segundo tempo, deu a vitória aos gremistas. Com o resultado, o São Paulo se manteve com 27 pontos na competição nacional e segue na briga para se distanciar das últimas colocações. Na próxima quarta-feira (2), na Vila Belmiro, o Tricolor enfrentará o Santos de olho em mais um triunfo no torneio.

Com mudanças, Muricy escalou o time com Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Antonio Carlos e Reinaldo; Rodrigo Caio, Wellington, Jadson e Paulo Henrique Ganso; Osvaldo e Luis Fabiano. Denilson, Carleto e Welliton (lesionados) não puderam encarar os gremistas. Já Maicon e Aloísio ficaram como opções para o decorrer da partida.

E o primeiro tempo foi uma verdadeira blitz do Tricolor. Superior, o São Paulo criou as melhores jogadas e pressionou o adversário durante toda a etapa. Logo aos dois minutos, Dida salvou os gaúchos após chute perigoso de Luis Fabiano, que aproveitou cruzamento de Osvaldo. Melhor na partida e arriscando as investidas com Ganso e Jadson, que trocavam bons passes e infernizavam a defesa do Grêmio, o time são-paulino foi envolvendo com facilidade os visitantes.

Aos 12, Jadson pegou firme da entrada da área, mas a bola passou rente a trave e por pouco não abriu o placar na capital paulista. Controlando as ações do jogo, o Tricolor só recebeu uma má notícia no primeiro tempo aos 25 minutos. Rafael Toloi foi evitar o ataque gremista e, no lance, lesionou a coxa direita. Sem o defensor, Muricy apostou na entrada de Douglas e recuou Paulo Miranda para a zaga.

Com o esquema tático mantido, o São Paulo seguiu pressionando os gaúchos. Aos 36 e 43 minutos, as redes só não balançaram no Morumbi, porque o sistema defensivo adversário conteve as finalizações de Luis Fabiano e Wellington, respectivamente. Assim, apesar de contar com o apoio intenso da torcida tricolor, os times foram para o intervalo no zero a zero.

Na segunda etapa, o Tricolor manteve o mesmo ímpeto e seguiu em busca do primeiro gol. Envolvente, o time são-paulino não deu vida fácil ao rival. Aos 7 minutos, Jadson cobrou falta com perigo, mas a bola passou rente. Pouco depois, aos 10, Dida apareceu bem e evitou que Douglas conseguisse finalizar.

Criando as melhores jogadas e encurralando o Grêmio, o São Paulo viu a arbitragem não assinalar um pênalti aos 20 minutos. Kleber, que já tinha cartão amarelo, cortou a bola com a mão após cobrança de falta de Reinaldo e evitou a investida tricolor. E quando os paulistas eram superiores na partida, os gaúchos inauguraram o marcador. Aos 23, Vargas testou e anotou o tento dos visitantes.

Atrás do resultado positivo, Muricy promoveu a entrada de Aloísio no lugar de Jadson e tentou dar mais ofensividade ao time. No entanto, diante de um adversário recuado, o São Paulo não conseguiu empatar o duelo. Rodrigo Caio, aos 34 minutos, e Antonio Carlos, já nos acréscimos, estiveram perto de balançar as redes, mas finalizaram para fora. Dessa forma, mesmo pressionando, o Tricolor não conseguiu passar pelos marcadores e o confronto terminou com triunfo gremista: 1 a 0.