São Paulo F.C



Jogadores ficam na bronca com a arbitragem

Durante o duelo contra o Grêmio, Kleber colocou a mão na bola e o árbitro não assinalou pênalti

1468.jpg

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Logo após o apito final no duelo contra o Grêmio, na tarde deste domingo (29), no Morumbi, que terminou com vitória dos visitantes por 1 a 0, os jogadores do São Paulo deixaram o gramado na bronca com a arbitragem. Aos 23 minutos do segundo tempo, Kleber, que já tinha cartão amarelo, cortou a bola com a mão dentro da área após cobrança de falta de Reinaldo e evitou a investida tricolor.

"Na cobrança da falta, o Kleber botou a mão na bola e o juiz não deu nada. Sei que acontece, é algo do jogo, mas naquele caso ele deveria ter dado o pênalti", avaliou o meio-campista Paulo Henrique Ganso, que teve a opinião compartilhada pelo goleiro e capitão do time, Rogério Ceni. Visivelmente chateado com a atuação do árbitro Heber Roberto Lopes, o camisa 01 demonstrou o seu descontentamento.

"Eu estava de frente para o lance e vi. Não só eu, mas todos viram que a bola pegou na mão. A jogada foi clara e acabamos prejudicados. Deixamos de ter um pênalti, ele não expulsou o jogador, que já tinha um cartão amarelo, e na sequência sofremos o gol", afirmou o arqueiro são-paulino.

O gol de Vargas, aos 23 minutos do segundo tempo, deu a vitória aos gremistas. Com o resultado, o São Paulo se manteve com 27 pontos na competição nacional e segue na briga para se distanciar das últimas colocações. Na próxima quarta-feira (2), na Vila Belmiro, o Tricolor enfrentará o Santos de olho em mais um triunfo no torneio.