São Paulo F.C



Tricolor segura o empate e segue invicto no Brasileirão 2013

Na Arena Independência, São Paulo fica no zero a zero e mantém a liderança do campeonato

Não foi fácil, mas o Tricolor manteve a liderança do Campeonato Brasileiro 2013. Na noite deste domingo (2), na Arena Independência, os comandados do técnico Ney Franco arrancaram o empate sem gols contra o Atlético-MG, com apenas dez jogadores durante boa parte do jogo, e seguem na primeira colocação. Agora, após três rodadas, a equipe são-paulina soma sete pontos.

Sem poder contar com o atacante Luis Fabiano (edema no músculo adutor da coxa esquerda) Jadson (Seleção Brasileira) e Paulo Henrique Ganso (contratura na coxa esquerda), o treinador escalou o time com Rogério Ceni; Douglas, Paulo Miranda, Lúcio e Carleto; Rodrigo Caio, Denilson e Maicon; Lucas Evangelista, Aloísio e Osvaldo.

No entanto, com apenas 10 minutos do primeiro tempo, Ney Franco teve que mexer no time pela primeira vez. Após uma trombada com Jô, logo aos seis minutos, o lateral-esquerdo Carleto sentiu dores no joelho direito, tentou continuar no jogo, mas não suportou as dores e deu lugar ao experiente Juan.

TRICOLOR TEM A MELHOR CHANCE

Com a bola rolando, diante de um adversário que somava 27 vitórias e oito empates (94% de aproveitamento) na Arena, o Tricolor criou as melhores chances de gol da partida, mas esbarrou na falta de sorte.

Nos primeiros minutos, o São Paulo pressionou, mas não conseguiu finalizar com perigo. Dessa forma, sem dar espaço para os mineiros, as oportunidades demoraram, mas apareceram. Aos 22 minutos, Juan cruzou rasteiro da esquerda. O zagueiro Gilberto Silva cortou a bola e, por pouco, não anotou gol contra.

Já aos 34 minutos, as redes só não balançaram na capital mineira após boa intervenção de Marcos Rocha. Aproveitando cobrança de escanteio, o zagueiro Lúcio testou firme e só não marcou o gol, porque o lateral atleticano salvou em cima da linha. Assim, as equipes foram para os vestiários sem balançarem as redes.

SÃO PAULO SEGURA O EMPATE

Na volta para o segundo tempo, o Tricolor continuou buscando o gol, mas parou na defesa adversária. Aos 12 minutos, Aloísio deixou o marcador para trás e cruzou para Osvaldo. O camisa 17 pegou de primeira e viu a bola passar por cima do gol.

No entanto, aos 16 minutos, quando a equipe pressionava o Atlético-MG, o volante Denilson acabou expulso pelo árbitro Sandro Meira Ricci e, assim, o São Paulo tratou de segurar o resultado longe do Morumbi. Bem postado na defesa, o Tricolor soube neutralizar as investidas do rival, principalmente com as boas defesas de Rogério Ceni, e trouxe um ponto na bagagem.

O lateral-direito Douglas ainda bateu rasteiro, de perna esquerda, mas o goleiro Victor se esticou todo para impedir a vitória tricolor com apenas dez homens em campo. Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, dia 5, os comandados do técnico Ney Franco receberão o Goiás, no Morumbi, de olho na manutenção da liderança da competição.