São Paulo F.C



Após grande ano, Tricolor quer nova temporada com títulos no basquete

Equipe terminou NBB na terceira posição e pode conquistar vaga na Champions League Américas

8K1A3990.JPG

Por Igor Amorim/saopaulofc.net

A volta do São Paulo ao basquete profissional acabou interrompida com o cancelamento do NBB em decorrência do coronavírus, mas deixou plantada no Morumbi uma semente promissora de um futuro vencedor na modalidade. Em pouco tempo, o torcedor que não conhecia muito do esporte passou a se familiarizar - e vibrar - com a equipe e os que já acompanhavam puderam torcer para seu clube de coração.

É justamente por esses motivos que o fim precoce do principal campeonato do país foi lamentado, mas ao mesmo tempo mostrou que as próximas temporadas podem ser ainda melhores. Semifinalista no Campeonato Paulista e terceiro colocado na fase de classificação do NBB, a equipe de Claudio Mortari agora ambiciona voos mais altos a partir de agora.

Por ter tido uma das melhores campanhas, o Tricolor pode conquistar uma vaga na Champions League Américas, principal competição do continente na modalidade. Se a fórmula para distribuição de vagas for mantida, o clube asseguraria um lugar na disputa. O clube também pretende vir forte para sua segunda participação no Estadual e no NBB, aproveitando a base construída em 2020.

"Lamentamos o fim do NBB da forma como ocorreu, mas às vezes as coisas não são como queremos, mas como  devem ser. É uma questão de saúde e isso deve vir sempre em primeiro lugar, mas estamos muito contentes com o que foi feito até aqui; construímos uma equipe do zero e tínhamos chances de brigar pelo título logo em nosso primeiro ano. Montamos um time forte e vamos trabalhar a partir disso para reforçar e qualificar o plantel", avaliou o Diretor Geral do clube social, Carlos Belmonte.

Os jogadores também lamentaram o encerramento abrupto da temporada, mas acreditam que a torcida abraçou o time e a modalidade e o são-paulino encontrou uma nova forma de demonstrar seu amor pelo clube.

"Ninguém imaginava que a temporada terminaria assim, mas é hora de pensar na saúde de todos e na humanidade. Sinto muito orgulho em ter jogado com a camisa que meu avô sempre quis me ver jogando e por ter ganho o carinho de tantos nesse clube. Logo esse momento vai passar e nos veremos pelas quadras", avaliou Léo Meindl, que chegou para a disputa do NBB e rapidamente virou um dos pilares da equipe.