São Paulo F.C



"Sinto que consegui passar para um outro nível", diz Georginho

Armador é uma das novidades da Seleção Brasileira para Eliminatórias da AmeriCup

Georginho Triplo Duplo

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net - Armador foi o maior destaque do NBB no primeiro turno

Um dos principais destaques do São Paulo no primeiro turno do NBB, Georginho agora é Seleção. O armador foi convocado por Aleksandar Petrovic para os jogos contra o Uruguai, que abrem as Eliminatórias da AmeriCup. As partidas acontecem em fevereiro, nos dias 21 (em São José dos Pinhais) e 24 (em solo uruguaio).

O chamado de Petrovic coroa uma temporada fantástica do camisa 14. Vindo do Paulistano, Georginho rapidamente se firmou e foi o maior destaque da equipe no Campeonato Paulista, onde o Tricolor chegou na semifinal logo em sua primeira participação. Veio o NBB e a curva ascendente ficou ainda maior. Dono de uma regularidade impressionante, manteve o alto nível no NBB e se tornou uma das atrações do campeonato, fato comprovado pelos números: com mais de 16 pontos por jogo em média, ele é o líder em rebotes (9,5) e assistências (8,1) por jogo, além de ter o maior índice de eficiência no campeonato (26). 

De quebra, também se transformou no jogador com o maior número de triplos duplos da história do NBB, com cinco apenas nesta edição. Não à toa foi escolhido o craque do campeonato nos meses de outubro e novembro e já virou ídolo da torcida.

Avisado pelo pai da convocação logo após o treino da manhã no Morumbi, ele comemorou muito e admite o frio na barriga até ter a confirmação. "Fiquei muito feliz na hora. Admito que estava um pouco ansioso, apesar de estar com muita esperança de ser lembrado, certeza a gente nunca tem. É minha primeira convocação nesse ciclo, ainda preciso conhecer o estilo dele e me adaptar", avaliou o camisa 14.

Seleção não chega a ser uma novidade para o armador, que acumulava experiência com a camisa amarela nas equipes de base e inclusive já havia sido chamado uma vez para a equipe principal. O que mudou agora é que Georginho chega como um dos maiores nomes da modalidade no país, status que ele também atribui ao trabalho que desenvolveu no Tricolor.

"Todos chegaram aqui buscando seu espaço e consegui isso também porque todos me dão liberdade, confiança e tranquilidade para trabalhar, isso fez o meu basquete evoluir muito em relação às outras temporadas. Sinto que consegui passar para um outro nível e é esse nível que espero levar para a seleção".