São Paulo F.C



Em duelo equilibrado, Franca vence São Paulo no Morumbi

Equipe do interior mostrou maior eficiência nos momentos decisivos para garantir a vitória

São Paulo e Franca mostraram nesta terça-feira porque duelam pelas primeiras colocações do NBB. Em um jogo extremamente parelho, a equipe do interior levou a melhor por 86 a 79 e devolveu a derrota sofrida no primeiro turno. Georginho, com 20 pontos e 10 rebotes, Léo Meindl, com 15 pontos e 10 rebotes, e Shamell, com 16 pontos e e quatro rebotes, foram os principais destaques da equipe. 

Como não poderia deixar de ser, a noite foi marcada por homenagens a Kobe Bryant, morto no último domingo num acidente aéreo e um dos maiores nomes da história do esporte. Assim que a bola subiu, os times mantiveram a posse de bola primeiro até o estouro do cronômetro em 24 segundos e depois uma violação de oito segundos no campo de defesa, em alusão aos números que eternizaram o ex-jogador do Los Angeles Lakers.

Com a partida rolando, Franca iniciou com uma defessa extremamente agressiva para dificultar o ataque são-paulino e apostando no jogo de transição. Mas os donos da casa mostraram estar ligados na partida e conseguiram encontrar alternativas táticas para golpear o rival e se manter próximo, apesar do excelente aproveitamento nos arremessos de três de Franca (quatro disparos certos em oito tentados).

O jogo ficou semelhante no segundo quarto. Franca teve um início melhor e se aproveitou dos erros do Tricolor para chegar a colocar dez pontos de frente, mas os são-paulinos, que contaram com enorme apoio da torcida que lotou o ginásio, se encontrou novamente no duelo e distribuiu bem a pontuação entre os atletas para não deixar o rival disparar. Na base da garra, encostou no marcador e foi para o vestiário com apenas tês pontos de desvantagem (40 a 37).

A tônica das defesas fortes permaneceu inalterada na volta do intervalo. Franca seguia agredindo com eficiência do perímetro (40% de aproveitamento no terceiro quarto, com quatro tiros certeiros de longa distância) e via o rival pecando no mesmo fundamento (apenas 25% de eficiência, com dois arremessos certos em oito tentados). Mas se de longe a situação não vinha bem, os são-paulinos conseguiram encaixar boas jogadas para tiros de curta e média distância e se mantinha no jogo "na marra".

O que se viu até então mostrava que o Tricolor precisaria encontrar novas formas de chegar à cesta para conseguir virar o marcador, mesmo jogando diante de uma das melhores equipes do país. Com uma sequência de três bolas seguidas de Georginho, o São Paulo chegou a encostar a diferença para dois pontos e inflamou os quase dois mil presentes, mas Lucas Dias e Hettsheimeir, em dois ataques seguidos de três pontos, conseguiram esfriar a reação e não permitiram que a tão esperada liderança chegasse. O Tricolor seguiu acreditando até o fim, mas no final prevaleceu a maior eficiência de Franca.

O São Paulo volta à quadra nesta sexta-feira, novamente no Morumbi. A equipe encara a equipe do Paulistano às 20 horas no Ginásio Antonio Leme Nunes Galvão, com transmissão do DAZN.