São Paulo F.C



São Paulo faz campanha no Dia Internacional das Vítimas de Desaparecimentos Forçados

Em parceria com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, ação será realizada nas redes sociais do clube durante todo o dia

Escudo_Home.jpg

O São Paulo Futebol Clube conta com a força de suas redes sociais para ajudar a encontrar pessoas desaparecidas. De acordo com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), por meio de sua Divisão de Desaparecidos, atualmente são 2.629 alertas de desaparecimentos cadastrados.

A divisão informa que em 2020 localizou 579 pessoas, e neste ano de 2021 já chegou à marca de 529 pessoas. Darko Hunter, Coordenador da Divisão de Desaparecidos reforça que não é necessário aguardar 24 horas para reportar um desparecimento, e que quanto menos tempo de desaparecimento tiver, maiores as chances de sucesso na busca.

“Sabemos do alcance de nossas redes sociais e como a torcida são-paulina é engajada nas ações. É muito bom poder usar o nosso amor pelo São Paulo para fazer o bem a alguém, ainda mais quando há a angústia de um desaparecimento familiar. Tenho certeza que nossa torcida fará um grande movimento e, quem sabe, daremos uma boa notícia à alguma família” disse José Eduardo Martins, Diretor de Comunicação do São Paulo.

Dia 30 de agosto marca o Dia Internacional das Vítimas de Desaparecimentos Forçados e, por isso, o Tricolor estampará a imagem com os dados de desaparecidos – cadastrados no banco da SMDHC – anexados em todas as publicações durante o dia nas redes sociais do clube.

Os interessados em ajudar podem acessar as redes sociais da Secretaria para acompanhar as ações de divulgação de pessoas desaparecidas na cidade: @direitoshumanos.sp (no instagram).

Caso encontrar ou suspeitar que se trata de uma pessoa desaparecida, o telefone da divisão é o (11) 97549-9770.

O que fazer em caso de desaparecimento de familiar

A Divisão de Localização Familiar e Desaparecidos está pronta para ajudar desde o momento em que a família perde o contato com a pessoa desaparecida. 

É importante ressaltar que a família precisa primeiro tentar esgotar todos os meios de contato possíveis e, assim que notar alguma anormalidade no padrão de rotina da pessoa, deve ser registrado um Boletim de Ocorrência imediatamente, na delegacia mais próxima ou pela internet https://www.ssp.sp.gov.br/nbo.

Após a abertura do BO, ainda na internet, deve ser preenchido o formulário para registro de dados da pessoa desaparecida, no endereço eletrônico: https://spfc.vc/3kDAmjS.  A partir daí, a divisão iniciará a busca pela rede de informações que conecta vários serviços municipais.

Além de um Posto Avançado no centro de São Paulo, a divisão de Localização Familiar atende pelo whatsapp (11) 97549-9770 ou e-mail: desaparecidos@prefeitura.sp.br 

Posto Avançado – Divisão de Desaparecidos
Endereço: Rua Mauá, nº 36 – próximo à Estação Júlio Prestes Santa Cecília – São Paulo (SP)
Horário de atendimento: 2ª a 6ª feiras – das 9h às 17h